domingo, 13 de dezembro de 2009

Quem espera sempre alcança?


Faltam quase 15 dias para o término de 2009. É chegada a hora das restrospectivas, avaliações de final de ano, promessas para o ano novo (que raramente são cumpridas), amigos secretos (alguns nem tão secretos assim), viagens, rever a família, presentes, peru, etc.
Tenho visto em alguns blogs alguns amores nascendo através da escrita, outros falando de sua solidão e do desejo de encontrar um novo amor. Alguns felizes com antigos amores...
Recordei-me lendo o post de um dos amigos daqui do blog de uma frase que já citei inúmeras vezes em outros post's, mas é que gosto tanto dela, e do que a sua autora escreve... que acho que vale a pena citar mais uma vez: Há sempre o dia de amar, mas vésperas não são possíveis.*
2009 está acabando e mais uma vez, acabei o ano sem encontrar o amor. O amor possível, correspondido, construido.
Esperei sim por ele durante todo o ano. Mas ele não veio e fiz valer a frase de Gabriel García Marquez, em seu livro Memórias de minhas putas tristes: "O sexo é o consolo que a gente tem quando o amor não nos alcança."
Mesmo sem a presença de uma pessoa especial do meu lado, me amando, e sendo amado de volta, o ano em si foi bom. Agora graduado, sobrevivi a experiência de ser professor, consegui milagres na vida familiar que jamais esperaria conseguir.
Vida familiar, profissional, social, tudo foi tranquilo no ano que está terminando. Mas no amor, o ano de 2009 não foi legal. Assim como em 2008, 2007, 2006...
Ainda ontem, numa boate, vi o cara com quem tentei me envolver há uns dois meses atrás. E que não deu certo, por vários fatores. Ele e o novo namorado, em clima de paixão tórrida.
Vi, mas com classe fingi não ter visto e dancei a noite toda. Hoje, no MSN, ele disse que me viu, mas não falou comigo para não interromper a minha animação. Disse que também o vi, mas achei melhor deixá-lo curtir a festa com o namorado. Ele achou que eu não o tinha visto, pois não direcionei o olhar para ele uma vez ao menos. E logo depois ele colocou no orkut: "...celebremos com alegria esse dia feliz pelo simples fato da felicidade existir... estar com vc me inspira a alma... feliz!!!"
Então me questionei: não sei fazer alguém feliz? Estaria o problema em mim?
Este período sozinho, já no fim do ano, para mim está servindo para fazer uma auto-análise profunda da minha forma de ver a vida, de tratar as pessoas, e principalmente, localizar onde está a minha alegria de viver. Estar só, mesmo sendo doloroso, é bom para estimular o amor-próprio, cuidar melhor e estar mais próximo daqueles que amamos.
Ando cansado de ano após ano renovar esta esperança de que poderei enfim viver um grande amor, conhecer alguém realmente especial, e aprender a conviver com este alguém. Apesar do cansaço, sei que lá fundo continuarei a esperar a pessoa que irá me fazer "tremer nas bases". Enquanto isso... vou terminando o ano novamente sozinho.
Abraços meus queridos leitores.
AH, e logo abaixo coloquei uma música do Mika, que descobri pelos blogueiros LicoSP e Mike, e que adorei! Essa música está mexendo demais comigo...desde que a ouvi.


* A frase é da autora Renata Belmonte, retirada do conto O tempo das coisas, presente no livro Outras Moradas.

8 comentários:

  1. adorei a frase

    já sobre a coisa do orkut... acho que você não precisar ler enrelinhas... não acredito que haja alguma, lá =)

    ResponderExcluir
  2. Nem eu creio que tenha, mas fiquei me questionando se eu não o fiz feliz? Ou se não sou capaz disso?

    ResponderExcluir
  3. "O sexo é o consolo que a gente tem quando o amor não nos alcança."
    Grande Gabriel Garcia Marquez... posso usar essa frase no meu proximo post?

    ResponderExcluir
  4. Querido J.M :

    Muito obrigado pela simpática visita ao meu blog e as palavras sempre tão carinhosas. Vc me questiona sobre estar apaixonado e na verdade respondo a você que sim. Encontrei alguém maravilhoso e especial, mas não fique triste porque tenho certeza absoluta que Deus te prepara alguém especial também. Com o tempo a gente aprende a só querer banquete, chega de migalhas de amor. Te desejo um 2010 fantástico..bjão no coração.
    Obs: tb acompanharei teu blog..rs.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Olá Jeff..
    Já experimentou fazer diferente do que você fez nos ultimos anos. Parar de procurar, de esperar. Usar um disfarce. Fingir que perdeu as esperanças de encontrar um grande amor, mas na verdade só escondê-la debaixo da cama?
    Viver suas vida familiar, profissional e social, as amizades sem se importar com um novo amor? nem antigo nem novo?
    Eu já ouvi falar que existem pessoas que quando querem muito uma coisa fica ali martelando naquilo, nada acontece. A partir do momento que ela deixa aquilo de lado, ou por cansaço, ou por estratégia, tudo se inverte e acontece uma grande surpresa.
    Se esperar não está te fazendo alcançar, pare de esperar. Existem coisas que aparecem sem a menor explicação.

    Ouça a música Milágrimas cantada por Rogéria Holtz.

    Um grande abraço de seu amigo Dand.

    ResponderExcluir

Partilhe comigo deste devanneio...