terça-feira, 20 de maio de 2014

Sem nome

O problema de receber cuidado, carinho, atenção é quando você fica sem, é um buraco gigantesco que fica dentro do peito, uma dor física que faz você se enroscar todo pra dormir.
Sim, pra dormir, porque é neste momento você e sua consciência, e seus travesseiros, o cobertor que paro pra pensar em tudo o que foi, o que poderia ter sido, tudo o que não será.
Hoje sinto menos falta que ontem, e amanhã sentirei menos ainda do que hoje. Aos poucos seus contornos vão sumindo de minha memória e sendo substituídos por preocupações diárias, por outras imagens igualmente belas, por novas perspectivas. Mas ainda lembro do teu cheiro quando sinto o perfume em outra pessoa, ainda lembro dos abraços apertados, das noites agarradinhos..e pensar nisso tudo me deixa de olhos marejados...
Me pediram para pensar que tudo tem um propósito na vida. Não entendemos, mas no fim houve um motivo para nossas vidas se cruzarem e se separarem tão rapidamente. Aprendizados que podemos não reconhecer agora, mas que um dia virão à tona. Não sei se isso de fato acontecerá, mas confesso: agora eu só queria você aqui, comigo...

10 comentários:

  1. Eu nunca tive então esse buraco é constante.

    ResponderExcluir
  2. Buraco a gente preenche. E tem sempre uma muda que cabe direitinho nele!!!! Daí cresce uma nova "árvore" pra gente curtir. Mas tem que querer, claro... hehe! Hugzão!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fred, meu querido, dúbia essa frase hein? Buraco a gente preenche? HUUUMMM.
      Eu concordo com você, algumas coisas realmente precisam de tempo para assentarem, acalmarem. Quem sabe assim aparece uma "mudinha" que seja plantada neste buraco e cresça, se transformando numa árvora frondosa e que dê muitos frutos! Querer...eu quero. Sempre. Agora é esperar...rs

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Ah tempo ! Esse cara as vezes generoso, as vezes cruel ! Mas é fato que com o passar dele, a gente vai melhorando.

    Fique bem !

    ResponderExcluir
  5. infelizmente, quereres nem sempre confluem. às vezes, que queremos ao nosso lado tem que estar do outro lado, ou prefere estar ao lado de outra pessoa.. e nos resta colher os nossos cacos e preparar a casa para esperar o que virá pela frente! Abraço

    ResponderExcluir
  6. Concordo Carlos. Eu ainda recolho cacos...Abraços.

    ResponderExcluir

Partilhe comigo deste devanneio...