quinta-feira, 26 de março de 2009

Todo dia é dia de COMEMORAR!

À véspera de completar mais um ano de vida, estive pensando a cerca da vida e da morte.
Um pensamento indevido? Não creio. Há alguns dias atrás não estava nem um pouco animado para comemorar aniversário. A meu ver, seria um dia normal. Apenas um acréscimo de mais um ano nas minhas costas. No entanto um acontecimento mudou minha forma de encarar a data.
A morte repentina de um jovem conhecido, num acidente automobilístico, mexeu comigo. Uma pessoa bonita, com tanto pela frente, iniciando a faculdade, cheio de planos, de amigos, morre de repente deixando a dor de não tê-lo mais aqui. Fiquei abalado mesmo.
A vida é um sopro. Um suspiro. Um flash. Rápida demais.
No entanto, quantas vezes perdi tempo chorando por não ter um amor, reclamando por não ter o que queria, não valorizando meus amigos, minha família, tudo o que conquistei até aqui? Quantas vezes deixei de verbalizar ou demonstrar meus sentimentos achando que não seria relevante fazer isso? Alguém disse que começamos a envelhecer quando nascemos. É verdade. ( A não ser que exista algum Benjamim Button entre nós).
Então porque comemorar o envelhecimento? É o que muitos se questionam.
Nesta sexta-feira, o que quero comemorar não é o fato de ganhar mais um número na minha idade.
Quero comemorar o fato de ter conseguido viver 24 anos, num mundo onde a violência está aumentando a cada dia que passa, onde desastres naturais ceifam a vida de tantas pessoas, onde acidentes ocasionais tiram de nós aqueles que amamos. Quero comemorar a graça de ter encontrado pessoas maravilhosas na minha vida, que fizeram de mim (e estão fazendo) um homem melhor a cada dia. Comemorar o fato de num mundo onde tantas crianças são abandonadas nas ruas ou em orfanatos por motivos mil, eu ter sido abençoado com uma família que cuidou e cuida de mim ao longo destes 24 anos.
Enfim, comemorar a VIDA! O fato de poder sentir o ar entrar e sair dos meus pulmões, o sangue correr em minhas veias, meu corpo sentir o calor do sol ou as gotas frias da chuva, o doce perfume de um café forte, ou o cheiro do ser amado. ( Ou ainda de um homem perfumado, coisa que admiro demais! rsrsrsrs).
Comemorar o fato de poder escrever o que sinto, dizer o que penso, e ter pessoas como vocês que me lêem e compartilham de algumas loucuras ou insights inteligentes!
Eu quero, não só amanhã, por ser um dia especial, comemorar tudo isso. Mas quero que cada dia seja uma comemoração a cada uma destas coisas citadas neste post e todas as outras as quais não entraram aqui, mas que sei que fazem parte da estrutura óssea de minha vida.
Carpe Diem! Tempus Fugit!
Enfim, cheguei a idade mais gay de minha vida! Viva aos 24! rs.

Abraços a todos!

6 comentários:

  1. minha tia sempre diz: se não tem o que comemorar, comemore o simples fato de estar vivo

    ResponderExcluir
  2. 24 e tudo de bom...
    ahsaushaas

    A vida e o maior presente que temos!!!

    Parabens amigo!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Moço, tem que comemorar sim.
    Comemorar a existência nesse planeta, o que se conquista e o fato de estar vivo e bem.
    Seja feliz!
    Você merece!
    Nessa data, todos os velhos clichês do mundo: saúde, dinheiro.
    E paz, pq do resto, vc corre atrás.
    Bjo

    ResponderExcluir
  4. de fato

    e eu só me lembro disso o dia que alguém da minha idade morre... é sempre assim!

    ResponderExcluir
  5. parabens!!!

    e aproveita tdo. dos pequenos detalhes as maiores mudanças.

    bração!

    ResponderExcluir

Partilhe comigo deste devanneio...