segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Namastê


Estamos chegando ao Natal. Tempo de paz, de reconciliação, ao menos é o que pregam por aí. Nesta época de festejos natalinos, acontecem coisas interessantes, como por exemplo o Amigo Oculto, onde na maioria das vezes pessoas que passaram o ano te enchendo o saco, resolvem dar uma de bonzinhos e trocar presentes e votos de tudo de bom (verdadeiros?).
Confesso que mais uma vez não estou animado para o Natal. Este é o segundo que passo com meus pais separados, e minha relação com meu pai neste período só tem piorado. A família, no geral (tios, avós, primos, etc) em pé de guerra por causa de coisas fúteis, mãe que não sabe até onde se envolver na vida do filho, ex-genro lobo em pele de cordeiro, etc. Mas, vamos nos reunir neste circo de horrores, nos abraçar e trocar presentes do Amigo Oculto, fazer o que?
Sei que estes probleminhas nada são diante daqueles que passaram por aquela tragédia em Sta. Catarina ou que ainda estão passaando no Rio e em Minas. Ou ainda, a família da Isabela Nardone, ou do menino que morreu por causa de um tiro de policiais irresponsáveis que irão pagar com pena alternativa de alguns meses, em liberdade.
O que são nossos problemas, ou melhor os meus problemas, resolvidos com um bom diálogo, diante destes outros que foram citados?
Enfim, para mim, além destes problemas, esta época está servindo para uma redescoberta e reaproximação de Deus. Não o Deus pregado e aprisionado pelas religiões, mas o Deus que me ouve, o que me conforta e auxilia quando necessito. O que me dá forças para seguir em frente apesar de toda e qualquer dificuldade.
E uma palavra que tem feito parte de meus pensamentos ultimamente é a que coloquei como título deste post: NAMASTÊ, que significa: "O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em ti." É uma palavra oriunda do sânscrito e em alguns lugares da Ásia é seguida por uma reverência a pessoa a qual se dirige a saudação, o que demonstra o imeso respeito que se tem (ou que se deve ter) de uma pessoa para com o seu próximo.
Então, Namastê a você que ler este post. E que suas festas natalinas sejam repletas de mudanças positivas para você e para todos os que entrarem em contato com você. São os meus votos sinceros...

Abraço!


P.S. Ao lado, a foto de uma mulher fazendo o gesto Namastê, mãos
juntas, e uma reverência a pessoa à que se saúda.

2 comentários:

Partilhe comigo deste devanneio...